PRÁTICAS AGRÍCOLAS

Monitoramento dos impactos sobre o solo e a água;

Mapeamento de riscos ambientais das operações;

Monitoramento das emissões de gases de efeito estufa;

Plano de redução, reutilização e reciclagem dos resíduos da propriedade;

Procedimentos de uso de técnicas conservacionistas (curva de nível, terraceamento, plantio direto, rotação de culturas e cultivo mínimo);

Procedimento de transporte adequado, armazenagem segura e uso responsável de agroquímicos.

AMBIENTES NATIVOS

Mapeamento e plano de conservação de Reservas Legais (RL) e de Áreas Preservação Permanente (APP);

Minimizar a ocorrência de incêndios florestais com o uso responsável da prática de queimadas (formação de aceiros, respeito às horas mais adequadas para queima, análise da direção do vento e umidade relativa do ar).