Soja Plus na Mídia

Seminário do programa Soja Plus apresenta resultados

Seminário do programa Soja Plus apresenta resultados

27/05/2013

O Programa de Gestão Socioambiental da Propriedade Rural Brasileira (Soja Plus) apresentará na próxima quarta (27), durante o III Seminário Desafios e Oportunidades da Sojicultura Brasileira, os resultados conquistados em 2012 juntos aos produtores na adequação de propriedades rurais. O seminário ocorrerá no auditório do Senar-MT, em Cuiabá, às 14h. O primeiro painel será apresentado pelo diretor executivo da Aprosoja, Marcelo Duarte, e mostrará também o planejamento do programa para este ano.

O programa nasceu em 2011 com a realização de cursos e oficinas orientativas aos produtores e desde abril do ano passado iniciou o trabalho a campo. Hoje já conta com 350 associados e 250 propriedades cadastradas, que representam 6% da área de soja de Mato Grosso. O atual modelo proporciona uma orientação mais intensa, praticamente uma extensão rural. “Os nossos supervisores passam o dia na fazenda orientando, tirando dúvidas dos produtores sobre como fazer as construções rurais, etc, além de distribuir as ferramentas desenvolvidas pelo programa para auxiliar na adequação da propriedade”, explicou o gerente de Planejamento da Aprosoja, Cid Sanches.

Sanches informou que a maior dificuldade encontrada junto aos produtores durante esse quase um ano de trabalho a campo foi na Consolidação da Lei do Trabalho (CLT), especificamente na jornada de trabalho dos funcionários das propriedades. “É importante que o produtor cobre que os funcionários cumpram a carga horária estabelecida por lei, respeitando os horários de intervalos e refeições”, disse. Ele ressaltou que a melhor solução para cada propriedade quanto à jornada de trabalho dos funcionários deve ser discutido junto aos seus respectivos contadores.

O produtor que desejar participar do Soja Plus deve se inscrever nos cursos sobre a Norma Regulamentadora 31 (NR 31), legislação trabalhista que rege os trabalhos nas áreas rurais. O curso é ministrado por instrutores do Sistema Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), e tem como objetivo garantir a qualidade de vida do trabalhador e diminuir os riscos da atividade. Após o recebimento de certificado emitido pelo Senar-MT, que é reconhecido pelo Ministério do Trabalho, o produtor receberá a visita do supervisor da Aprosoja para começar o processo de orientação.

No segundo painel será feito uma apresentação da sojicultura brasileira relacionando-a com a sustentabilidade. Essa apresentação mostrará que o Brasil é o maior produtor mundial de grãos e o que mais preserva e também tratará do atual Código Florestal. A palestra será feita pelo produtor rural Ricardo Arioli Silva. O terceiro painel será aberto para casos de empresas que vêm desenvolvendo projetos em sustentabilidade, como o Instituto Ação Verde, Instituto Algodão Social (IAS) e Basf.

O Soja Plus é um programa de melhoria contínua, não é certificação e nem tem custo para o produtor. Tem como meta se tornar o maior programa de gestão de propriedade rural do país, preparando o produtor para atender as demandas de forma mais sustentável do ponto de vista econômico, social e ambiental. Além da Aprosoja, participam do desenvolvimento do projeto a Associação Brasileira da Indústria de Óleos Vegetais (Abiove), Senar/MT e IAS. Mais informações acesse: www.aprosoja.com.br.

Contato:

Fonte: